FANDOM


A Patrulha do Tempo é um grupo de guerreiros reunidos por Trunks do Futuro para ajudar a parar os Time Breakers e evitar que eles interfiram com o tempo. A equipe está sob o comando de Chronoa e é liderada por Trunks. De acordo com os jogos Xenoverse, sua base reside na cidade Toki Toki, e mais tarde em Conton City. Este grupo é apresentado em Dragon Ball Online, Dragon Ball Heroes e na série Xenoverse.

História

TP

O logo da Patrulha do Tempo em Xenoverse 2

O ato de usar uma Máquina do Tempo é, em última instância, uma violação das leis do universo. A Lorde do Tempo (Kaiohshin do Tempo) deu a Trunks do Futuro um severo aviso por suas ações, mesmo que fossem para proteger a paz da Terra. Depois, para redimir suas ações erradas, Trunks assumiu o cargo de Patrulheiro do Tempo para corrigir a distorção da história. Depois que a Lorde do Tempo avisou as futuras intenções de Mira querendo espalhar o caos ao longo do tempo e do espaço, Trunks viaja até o Ano 1000 para encontrar aliados e evitar os planos de Towa e Mira, começando a história da Dragon Ball Online.

Vários personagens sem nome das três raças jogáveis do jogo (Humano, Namekuseijin e Majin) foram usados no trabalho promocional de Dragon Ball Online. Mais comumente em trailers cinematográficos, embora alguns tenham aparecido em outras mídias oficiais relacionadas ao jogo, como os personagens que foram usados para promover a fase beta do jogo. O segundo grupo de heróis foi apresentado no segundo trailer cinematográfico do jogo para promover a fase beta aberta do jogo em maio de 2010. Nenhum dos personagens promocionais são nomeados, recebeu uma fala ou aparece no jogo real se não for criado como avatares pelo jogador.

Os Patrulheiros do Tempo agem entre o momento atual do ano de 1000 e o passado da série Dragon Ball, no passado eles impedem os Time Breakers de estragar os eventos da Saga Vegeta e da Saga Freeza. No presente, eles lutam e derrotam a Força Red Pants, o Gangue Paella, os Namekuseijins, o resto do Exército Galáctico de Freeza e os Bio-Androides Time Breakers.

Em Dragon Ball Xenoverse, Trunks do Futuro invoca Shenlong na 'Praça do Tempo' de Toki Toki no Ano 850 para desejar que Shenlong convocasse um guerreiro capaz de defender o tempo ao seu lado. Shenlong convoca o Ace e depois de um breve teste das habilidades de combate do guerreiro feito por Trunks, ele explica que ele foi transportado para a cidade Toki Toki e Trunks se apresenta como membro da Patrulha do Tempo e pergunta se eles estão dispostos a se juntar na defesa história. A identidade da Lorde do Tempo é revelada como Kaiohshin do Tempo, uma Kaiohshin que protege a Cúpula do Tempo, localizada dentro do Ninho do Tempo, morando lá com o seu animal de estimação Tokitoki que possui o poder de criar tempo.

Trunks e Ace se ajudam na luta contra vários inimigos dos Guerreiros Z ao longo da história que foram habilitados e manipulados pela Magia Negra. Mais tarde, revelou-se que os Time Breakers, Towa e Mira estão tentando alterar a história usando esses inimigos (por serem mais fáceis de se controlar, apesar de terem controlado Gohan por um curto período durante os Jogos de Cell em um momento de raiva). Como resultado das ações do Time Breakers, a barreira que separa a Rachadura do Tempo do resto do Universo começa a enfraquecer, permitindo que o Deus Demônio Démigra (que havia sido selado pela Kaiohshin do Tempo a 75 milhões de anos antes) para enviar miragens de si mesmo para causar mais distorções para perfurar um buraco na Rachadura do Tempo, permitindo que ele escape. Démigra escapa após alterações em épocas difíceis para os Guerreiros Z (na Saga Majin Boo e Saga do Deus da Destruição), ataca Toki Toki e consome o pássaro Tokitoki para ganhar o poder ao longo do tempo e espaço, mas é posteriormente derrotado por Ace. A Patrulha do Tempo é mais diversificada em Xenoverse com membros de várias raças, como Humanos, Saiyajins, Namekuseijins, Majins e até mesmo membros da raça Freeza. Os membros da Patrulha do Tempo são capazes de usar dois meios de viagem no tempo; o primeiro é o Pergaminho da Eternidade usado para missões importantes, para defender a história; e o segundo são as Máquinas do Tempo ancorados na estação de Toki Toki, que são usados ​​para Missões Paralelas. As Máquinas do Tempo usadas pela Patrulha do Tempo foram especialmente projetadas pela Corporação Cápsula para Ace sob as ordens e supervisão da Kaiohshin do Tempo. Essas máquinas de tempo sancionadas pela Patrulha do Tempo não criam cronogramas alternativos e, portanto, não produzem distorções de tempo, diferente da Máquina do Tempo de Bulma do Futuro fez. Além das máquinas de tempo sancionadas, a Corporação Capsule fornece todos os tipos de tecnologia (Cápsulas, lojas, itens, robôs, vestuários, armaduras, rastreadores, etc.) para a Patrulha do Tempo e a Kaiohshin do Tempo (devido a ela interesse na tecnologia).

Em algum momento entre os anos 850 e os 852, a cidade Toki Toki foi invadida com fendas de tempo e a Kaiohshin do Tempo foi forçada a contratar mais Patrulheiros do Tempo para lidar com eles. Ela também recrutou o Velho Kaiohshin para ajudar a treinar novos recrutas e ajudá-la com tarefas administrativas, como Trunks e Ace agora estavam ocupados tentando rastrear Towa (que ficou viva e estava revivendo Mira com um único pedaço que sobrou dele desde a luta contra Ace). Durante este tempo, um rumor começou a espalhar-se pela cidade sobre como poderosos seres divinos como Chronoa e o Velho Kaiohshin realmente eram. Ao ouvir esses rumores, os dois decidiram demonstrar seu poder para dar fim aos questionamento de seus poderes. Chronoa usou seu poder na estátua do dragão do Pedestal das Esferas do Dragão, fazendo com que ele se movesse como se estivesse vivo. No entanto, Chronoa não esperava que o dragão crescesse tanto ao ponto que empurrou Toki Toki para a borda, transformando a cidade em ruínas. A Kaiohshin do Tempo decidiu que seria mais rápido construir uma nova cidade sobre as ruínas da antiga, e assim Conton City foi construída em seu lugar. Além disso, para evitar ataques como de Démigra, Chronoa e o Velho Kaiohshin ergueram uma poderosa barreira em torno de Conton City e do Ninho do Tempo para maior segurança. Enquanto isso, o dragão que Chronoa criou foi movido para flutuar no céu ao norte da cidade de Conton. Eventualmente, o número de fendas do tempo diminuíram e muitos Patrulheiros do Tempo perderam o foco, alguns deles começaram o Grupo Nutz, que extorquiam dinheiro de outros Patrulheiros do Tempo no Deserto de Cogumelos.

Em Dragon Ball Xenoverse 2, o novo protagonista é selecionado por Chronoa para proteger a história como Trunks e seu lendário parceiro Ace, ambos ainda estavam ocupados rastreando Towa e Mira que estão recrutando vilões de diferentes cronogramas, tornando-os mais difíceis devido ao número de distorções de tempo. Por sugestão do Velho Kaiohshin, Chronoa escolhe um novo cadete em quem o Kaiohshin viu um grande potencial. Depois de apresentar o recruta ao básico das missões de Patrulha do Tempo e Missões Paralelas, o novo patrulheiro começa a corrigir a história que foi alterada por Tullece e Slug. Depois de confrontar ambos os vilões que são forçados a fugir quando Trunks e Ace chegam para ajudar. Quando Tullece aparece em Namekusei e dá Boter e Yuz uma fruta da Árvore do Poder que foi amplificado pelos efeitos do Reino dos Demônios, Trunks é pego em uma das armadilhas de Towa enquanto seguia Capitão Ginyu e tem seu corpo roubado forçando o Patrulheiro e Goku para combater Ginyu no corpo do Trunks. Eventualmente, Trunks consegue desfazer o interruptor e retorna ao seu corpo, enquanto a Tullece ajuda Ginyu a roubar o corpo de Goku. Goku consegue retornar ao seu corpo original e Tullece foge. Mais tarde, enquanto protegia Nail de Dark Freeza, o guerreiro descobre que Tullece e Slug estavam atrás das Esferas do Dragão de Namekusei e é forçado a retornar ao Ninho do Tempo para viajar mais para evitar que eles usem as Esferas. Confrontados pelo Patrulheiro mais uma vez, Slug & Tullece consomem o o fruto da árvore do poder melhorado, no entanto, eles descobrem que Towa o tinha contaminado, fazendo com que eles se inchassem com energia escura. Towa e Mira mostram-se finalmente, fazendo que Trunks ordene a Ace para ir atrás de Mira, enquanto ele ajuda o novo Patrulheiro a lidar com Tullece e Slug, que são alimentados ainda mais depois que Towa se afasta de sua força vital. Trunks e o Patrulheiro derrotam os vilões com um ataque combinado do Ataque Ardente e uma Onda de Energia. Mais tarde, durante a batalha do Super Saiyajin Goku com Frieza, Coola parece ajudar seu irmão, revelando que Towa lhe permitiu dobrar tempo e espaço para ajudar seu irmão a matar Goku. Felizmente, o Patrulheiro já estava presente e conseguiu derrotar Coola, permitindo que Goku continuasse lutando contra Freeza sozinho depois que seu filho, amigos e os Namekuseijins foram transportados para a Terra por Porunga. Depois que Freeza e Coola são derrotados, ele volta ao Ninho do Tempo onde Chronoa revela que Tokitoki está prestes a ter um ovo em breve, que contém o tempo para um novo universo e é forçado a deixar as coisas para o Guerreiro e o Velho Kaiohshin, para que ela possa cumpri-la deveres como tratadora de Tokitoki. Quando o Velho Kaiohshin não consegue encontrar Trunks, ele pede ao Guerreiro do Futuruo que o busque e o encontre, ele estava dentro da Cúpula do Tempo olhando o pergaminho para o Ano 780 de sua linha do tempo, o ano em que o Gohan do Futuro morreu, fazendo com que Trunks se transformasse em um Super Saiyajin. Trunks percebe o Guerreiro e fala brevemente sobre seu passado, antes de repente o Pergaminho que ele estava examinando mostra uma mudança de história. Trunks é forçado a deixar de corrigi-lo para o Guerreiro ir, pois é perigoso para Trunks ir a esse período na sua própria história. O Guerreiro descobre que Towa tinha reativado o Androide 16 do Futuro e o ​​enviou para matar o Gohan do Futuro antes de sua morte nas mãos dos Androides 17 e 18 do Futuro. O Guerreiro e Gohan conseguem derrotar o Androide, apenas para que Mira apareça para eliminar o Gohan pelas suas próprias mãos.

Percebendo que eles não são vão dar conta de Mira, Trunks desobedece Chronoa e viaja até o Ano de 780 juntando-se ao Gohan e o Guerreiro na batalha contra Mira. Gohan fica surpreso ao ver Trunks adulto, mas decide deixar explicações para mais tarde. Os três conseguem sobrecarregar Mira, fazendo com que ele fuja de frustração. O Gohan do Futuro e Trunks se falam brevemente e depois Gohan conclui que a Máquina do Tempo de Bulma é responsável pela presença do Trunks do Futuro. Vendo seu mestre depois de todo esse tempo, faz com que Trunks considere seriamente alterar a história para evitar a morte de Gohan, apesar das consequências e motivos de Chronoa não deixá-lo fazer isso. No entanto, Gohan consegue deduzir do comportamento de Trunks que ele está destinado a morrer e que Trunks acabará por derrotar os androides depois de sua morte. Gohan decide e decide ir a sua morte de bom grado e com a ajuda do Guerreiro convencendo Trunks a ficar e permitir que a história aconteça como deveria. De volta ao Ninho do Tempo Trunks observa o sacrifício heroico de Gohan enquanto o Patrulheiro, Chronoa e o Velho Kaiohshin observam uma varanda dentro do Ninho do Tempo para dar espaço a Trunks. Mais tarde, eles descobrem que o Androide 16 do Futuro foi reparado pela Towa e foi enviado para matar Trunks mais novo, enquanto ele está retornando à sua Linha de tempo seguindo os Jogos de Cell. O Patrulheiro se junta a Trunks mais novo e derrotam 16, o Cell Perfeito chega um pouco depois, mas é derrotado. No Ano 767, Towa usa sua magia para capacitar Cell, permitindo-lhe derrotar 16 e absorver 17 e 18 ao mesmo tempo, ignorando sua forma Semi-Perfeita e transformando-se diretamente em sua Forma Perfeita, o que Trunks supõe poderia impedir que os Jogos de Cell ocorressem. O Patrulheiro é enviado para parar isso e consegue restaurar a história. No entanto, Trunks examina os pergaminhos e descobre uma mudança em que Mira entra nos Jogos de Cell. Trunks e o Patrulheiro viajam a tempo para evitar que Mira atinja a Arena dos Jogos de Cell, já que Goku e Cell estão prestes a lutar. Eventualmente, Towa aparece e revela que Mira estava apenas ganhando tempo para promulgar seu último plano. Trunks envia o Guerreiro para garantir que os planos da Towa para os Jogos de Cell sejam impedidos. O Patrulheiro é eventualmente confrontado por Metal Coolas que vieram da Nova Namekusei através de um Buraco de Minhoca. Depois de derrotar os Mtea-Coolas, o Guerreiro viaja através do Buraco de Minhoca para ajudar Trunks a parar o Metal Coola original. Trunks consegue invadir o Big Gete Star e faz com que ele se autodestrua. O Guerreiro retorna aos Jogos de Cell assim que Cell acabou de reviver de sua autodestruição, o Geurreiro do Futuro ajuda Gohan permitindo que ele mate Cell usando o Kamehameha Pai-filho restaurando a linha do tempo. No Ano 774, o Patrulheiro é enviado para impedir que Broly interfira com a luta de Goku e Majin Vegeta, bem como a tentativa de Majin Vegeta de matar Majin Boo com a Explosão Final, fazendo com que Vegeta agradeça o Guerreiro por permitir que ele derrube Goku sem interferência antes de enviar para longe Piccolo e Goten e Trunks. O Guerreiro é enviado mais tarde para ajudar Gotenks e Piccolo contra o Super Boo após sua fuga da Sala do Tempo. O Guerreiro mantém o Super Boo longe para que o Ultimate Gohan chegue. No entanto, Trunks do Futuro revela que algo no inferno está impedindo Vegeta de retornar ao mundo dos vivos. O Guerreiro chega no Inferno e encontra Janemba, que venceu Trunks do Futuro e tentou impedir o monstro de impedir a fusão de seu pai com o Goku. O Guerreiro luta com Janemba e eventualmente é acompanhado por Vegeta, que consegue matar Janemba com um Final Flash depois de ter sido enfraquecido pelo Patrulheiro. Durante a batalha final com Kid Boo, o Patrulheiro se junta a Goku e Vegeta para combater o Boo que se transforma no estado Supervilão através da interferência de Towa. Após uma longa batalha, Kid Boo é destruído pela Super Genki Dama e a história é restaurada. Enquanto o Patrulheiro observa Mr. Satan agradecendo Goku e Vegeta de longe, Chronoa informa que Trunks finalmente acordou depois de se recuperar de sua briga com Janemba. Trunks informa que o seu outro inimigo era com Janemba e que ele poderia estar perto. Então o Patrulheiro vê o misterioso Saiyajin Mascarado e o persegue.

Assim eles o perseguem, e os dois são transportados para o Ano 778 no meio da fase final da batalha de Goku com o Deus da Destruição Beerus, irritando Beerus devido à interrupção súbita. Enquanto Chronoa e o Velho Kaiohshin explicam a situação a Beerus, o Patrulheiro enfrenta o Saiyajin Mascarado que Trunks encontra parece estranhamente familiar. Eventualmente, o Guerreiro derrota o Saiyajin, e a máscara quebra revelando sua identidade como Bardock. Antes que o Guerreiro possa capturá-lo, Mira aparece e desafia o Guerreiro mais uma vez, mesmo dizendo a Beerus que fique quieto, assente e assista, o que ele concorda por não ter encontrado alguém disposto o suficiente para lutar com ele. Contudo, eventualmente, Beerus perde sua paciência e declara suas intenções de matá-los todos... No entanto, Chronoa envia seu trunfo, uma caixa cheia de pudim que agrada o Senhor Beerus. Beerus oferece algumas para Mira, que sai com Bardock, considerando o gesto amável de um zumbido. Enquanto Beerus e Goku comem o pudim, Whis pede para se juntar, mas pára quando Chronoa revela que ela fez ela mesma, consciente de suas terríveis habilidades culinárias. No entanto, é muito tarde para Goku e Beerus que já tinham comido alguns e imediatamente adoeceram. Goku está fora de ação como resultado e Beerus está furioso, forçando Whis e o Guerreiro a subjugá-lo. Durante a batalha, Whis está impressionado com a habilidade e o poder do Guerreiro, mesmo perguntando se eles gostariam de ser o próximo deus da Destruição, apenas para Chronoa gritar com ele por tentar roubar pessoal da Patrulha do Tempo. Eventualmente, Beerus relaxa e as cãibras de estômago e as de Goku também diminuem. Então, Beerus e Whis voltam para casa, deixando a Terra em paz, e Goku agradece o Guerreiro por sua ajuda. Trunks, Chronoa, o Velho Kaiohshin chegam à conclusão de que a Towa está coletando energia das lutas para colecionar o suficiente para destruir a barreira entre seu mundo e o Reino dos Demônios. Eles também percebem que Ace ainda não retornou e não pode contatá-los. Na Ano 779, Towa usa sua magia negra para capacitar Freeza e seu exército durante sua vingança contra Goku. O Guerreiro luta ao lado dos Guerreiros Z e Jaco contra os homens de Frieza, para ganhar tempo de Goku e Vegeta chegarem. Goku e Vegeta finalmente chegam via Teletransporte e Goku transforma-se em Super Saiyajin Azul, fazendo Freeza se transformar em sua forma dourada. O Patrulheiro ajuda Goku a combater Freeza, que é mais forte, já que treinou mais do que na história original. Enquanto isso, as comunicações do Ninho do Tempo com o Guerreiro são interrompidas, o que Trunks atribui à quantidade de energia gerada por Freeza Dourado e o Super Saiyajin Azul de Goku causando interferência. Whis e Beerus chegam para comer o sundae de morango que Bulma prometeu, e Whis percebe que outra pessoa também ressuscitou, pois ele sente alguém com um poder muito parecido com o Freeza está próximo. Eles acham que não é outro senão o irmão de Freeza, Coola, que ressuscitou como Metal Coola novamente. Metal-Coola revela que ele foi revivido usando um segundo desejo que originalmente tinha sido desperdiçado pela Gang Pilaf antes de Towa alterar a história. Vegeta transforma-se em Super Saiyajin Azul para derrotar o Metal Coola ao lado do Patrulheiro, enquanto o Goku lida com Freeza Dourado. Eventualmente, Whis e Beerus são contatados por Chronoa, que os informa que Towa e Mira estão atacando o Ninho do Tempo e o convence para que venha ajudar subornando-o com cachos de creme que ela afirma serem feitas por Trunks. Assim como Goku está prestes a terminar com Freeza, ele usa seu Earth Breaker para destruir a Terra que mata Goku e seus amigos que foram salvos pela intervenção de Whis na linha de tempo original. Felizmente, Trunks chega a tempo de transportar o Guerreiro de volta ao Ano 852, onde eles descobriram que Towa conseguiu cortar as comunicações do Ninho do Tempo e representar a Chronoa para enganar Beerus e Whis para deixar o Ano 779, impedindo Whis de prestar ajuda a Goku e amigos dele. Beerus está indignado por ser enganado e deseja destruir Towa por sua blasfêmia. Chronoa sugere que ela possa mostrar se eles corrigem a mudança no Ano 779, então Beerus e Whis retornam com o Patrulheiro, e Whis usa seu retorno temporal para rebobinar o tempo, permitindo que o Guerreiro pare o ataque de Freeza e salve a Terra. Isso força Freeza e Metal Coola a se transformarem em seus estados Supervilão. No entanto, eles são derrotados pelo poder combinado de Goku, Vegeta e o Guerreiro. No entanto, Beerus está furioso quando Towa não mostra e deseja ventilar sua frustração. Quando Chronoa revela que Tokitoki acabou de colocar o ovo, Whis se opõe a que Beerus destrua o Ninho do Tempo e, a princípio, sugere ressuscitar o Velho Kaiohshin na Espada Z, mas, eventualmente, opta por lutar com Beerus e o Patrulheiro. Durante a batalha, Whis consegue desenhar seu símbolo na testa de Beerus, fazendo com que Beerus saia para lavá-lo, deixando o Guerreiro para se livrar de Whis sozinho. Depois de superar Whis, Beerus decide deixar Towa para a Patrulha do Tempo, embora ele ainda esteja irritado por Whis desenhando em seu rosto que ele não tinha conseguido lavar. Trunks e o Guerreiro renovam seus esforços para encontrar Mira e Towa, mas eles ficaram estranhamente quietos. Eles decidem mudar de tática e tentar localizar Bardock, que eles acreditam que Towa o controlou para atender as suas necessidades. Eles viajam para o Ano 737, onde testemunham que Bardock é sugado para um buraco de minhoca e assistam enquanto Mira e Towa aparecem e seguem atrás deles. No Ano ???, encontram a Terra em ruínas e sob o controle de Mira e Towa. Depois de um tempo aparece Trunks, que a acusa de fazer lavagem cerebral em Bardock. Towa revela que teve muitos problemas para capturar Bardock e afirma que mal o pegaram depois que ele perdeu o controle e fugiu para o passado distante. Towa afirma que ela está fazendo um favor a Bardock salvando sua vida e atingindo um nervo quando ela coloca a pergunta se a Trunks quisera salvar um ente querido que estava destinado a morrer, referindo-se a Gohan do Futuro. Eventualmente, Mira aparece e se junta à briga. Os comentários de Towa sobre a quantidade de energia possuída pelo Guerreiro e Trunks seria adequado para quebrar a barreira no Reino dos Demônios e expressar seu desejo de ver o Universo consumido pelo seu mal. No entanto, Towa fica chocado quando o Guerreiro começa a ganhar de Mira, apesar de suas medidas mostrarem que Mira era mais forte, o que Mira atribui ao poder inexplicado que ele havia notado em Bardock e Ace, prometendo superá-lo e torná-lo seu. No entanto, o Patrulheiro e Trunks derrotam Mira e Bardock, removendo o controle da mente. No entanto, Towa usa sua magia para criar um buraco de minhoca para puxá-los para o espaço entre as dimensões, apesar das objeções de Mira. Felizmente, Bardock joga Trunks e o Guerreiro para longe, afastado-os a tempo. Ele então aprisiona Mira com Full-Nelson e, apesar dos esforços de Mira, ele não consegue tirar Bardock. Bardock esquiva de um ataque de Towa enquanto ainda segura Mira e promete se vingar de Mira por manipulá-lo e diz-lhe que nunca subestime o poder de um Saiyajin enquanto ele puxa Mira para o Buraco de Minhoca. Trunks diz que Towa perdeu, apenas para que ele literalmente revele Ace no Buraco de Minhoca, o parceiro de Trunks estava usando a mesma máscara de lavangem cerebral. Forçados a lutar contra seu amigo e Towa, o Patrulheiro e Trunks se concentram em quebrar a máscara de Ace segurar Towa. No entanto, Towa decide reiniciar com uma ardósia clara e altera a história, fazendo com que Ace desapareça da existência, afetando até os moradores de Conton City, incluindo Trunks, Chronoa, Velho Kaiohshin e o Patrulheiro, embora eles mantenham um sentimento persistente de que algo está errado e Chronoa decide para verificar os pergaminhos.

Depois de olhar para a máscara que Ace estava usando, Trunks se lembra dele, então encontra o pergaminho do Ano 850, que revela o que aconteceu: Towa viajou para lá e destruiu Shenlong antes que Trunks pudesse fazer o desejo que convocou Ace. O Patrulheiro é enviado lá para impedir Towa de interferir e corrigir a história. O Patrulheiro afasta Towa e volta ao presente, apenas para que ela atinja o Ninho do Tempo e roube o ovo de Tokitoki. Naquele momento, Mira consegue escapar de sua prisão do Buraco de Minhoca e tenta matar o Patrulheiro, apenas para Ace intervir. Towa e Mira escapam para o Buraco do Minhoca, com o Patrulheiro em busca deles.

Eles acabam no Ano ??? novamente, onde o Patrulheiro luta com Mira. Vendo que Mira está sobrecarregando e arriscando destruir toda a linha de tempo em torno deles, Towa ajuda o Patrulheiro para tentar parar Mira. No entanto, Mira a trai e absorve o ovo de Towa e Tokitoki, transformando-se em sua Forma Final. O velho Kaiohshin tenta dizer ao Guerreiro que se retire, mas então Goku chega, cortesia de Whis. Goku transforma-se em sua forma Super Saiyajin Azul e luta ao lado do Patrulheiro contra a Forma Final de Mira.

Eventualmente, Goku vê uma abertura e ataca Mira com o Punho do Dragão, recuperando o ovo de Tokitoki no processo. Com o ovo de Tokitoki fora de perigo, o Patrulheiro prossegue para terminar Mira com um Super Kamehameha, destruindo Mira (e Towa) de uma vez por todas. Com a principal ameaça à história finalmente tratada, Goku e o Patrulheiro retornam ao Ninho do Tempo. Um banquete comemorativo é então realizado depois que Chronoa deseja comida suficiente para satisfazer todos de Shenlong.

Série Xenoverse

Membros

Forças Taino

Taino Force

As Forças-Especiais Taino

  • Taino - Uma mulher Majin (Líder/Capitã das Forças Taino)
  • Thirith - Um robô da Corporação Cápsula do Futuro.
  • Iaas - Um sobrevivente do Clã de Freeza.
  • Ukatz - Um Namekuseijin.
  • Pima - A Saiyajin homem.

Esquadrão Blindado de Cresso

Romance Rangers

União Seed

Irmãos Murasaki

  • Ninja Murasaki - Irmão mais velho (Líder)[1]
  • Konkon - Segundo mais velho[1]
  • Chacha - Terceiro mais velho[1]
  • Akkah - Quarto mais velho[1]
  • Aoh - Mais novo[1]

Sociedade Herói

  • Oba - Um Terráqueo homem. (Número 1/Patrulheiro de Elite)[1]
  • Biwasa - Uma mulher Saiyajin. (Número 2)[1]
  • Moraska - Um Namekuseijin. (Número 3)[1]
  • Vuvuki - Um sobrevivente do Clã de Freeza. (Número 4)[1]
  • Sasana - Uma mulher Majin (Número 5)[1]
  • Hambuga - Um homem Saiyajin (Número 6)[1]
  • Gogoh - Um homem Majin. (Número 7)[1]
  • Nit - Uma mulher Terráquea. (Número 8)[1]

Dragon Ball Heroes

Artigos principais: Dragon Ball Heroes e Super Dragon Ball Heroes

Time patrol uvm3

A Patrulha do Tempo no Dragon Ball Heroes

Tanto Trunks do Futuro (chamado de Trunks Xeno) e Kaiohshin do Tempo representam a Patrulha do Tempo. Quando o Saiyajin Mascarado perde sua máscara, revelando-se ser Bardock, ele se tornou aliado da Patrulha do Tempo (chamado Bardock Xeno). Goten e Goku são adicionados a Patrulha do Tempo, ganhando uma roupas completamente novas, agora chamados de Goku Xeno e Goten Xeno. Mais tarde Gohan, efetivamente vira um patrulheiro, agora chamado Gohan Xeno. Em algum momento não especificado, Vegeta (também chamado Vegeta Xeno) se juntou a Patrulha, mas ele foi capturado por Démigra e transformado no Saiyajin da Máscara Negra, mas ele finalmente foi salvo e trazido de volta.

Fusões

  • Goku Xeno + Vegeta Xeno (fusão Metamoru) = Gogeta Xeno
  • Goku Xeno + Vegeta Xeno (Potara) = Vegetto Xeno
  • Goten Xeno + Trunks Xeno = Gotenks Xeno
  • Gohan Xeno + Trunks Xeno = Gohanks Xeno
  • Vegeta Xeno + Trunks Xeno = Vegeks Xeno

Referências

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.